Artigos

Maioria do povo não quer Temer

A população rejeita as reformas que estão no Congresso, cuja maioria dos parlamentares não defende o povo.


POR Todson Andrade

Publicado em 27 de junho de 2017

Foto de Latuff

Uma pesquisa recente do instituto Vox Populi mostrou o que sentem os brasileiros: medo com relação ao futuro. Do total de entrevistados, 89% temem não conseguir sustentar suas famílias caso a reforma trabalhista seja aprovada, especialmente por conta da possibilidade de contrato de trabalho intermitente. E mais: 68% consideram a proposta mais favorável aos patrões do que aos trabalhadores e 69% acreditam que não conseguirão se aposentar se passar a reforma da Previdência. Além disso, o levantamento reafirmou a rejeição ao presidente: 75% reprovam o desempenho de Temer.

O conjunto destas e outras avaliações revela que a população está insatisfeita com a situação do país, com o presidente — que não chegou ao poder pela vontade popular e defende um projeto que não foi aprovado nas urnas. Além disso, o povo rejeita as reformas que estão no Congresso, cuja maioria dos parlamentares não defende o povo.

Estamos, portanto, diante de uma grave crise de legitimidade dos detentores dos poderes da República. Afinal, em que momento a classe trabalhadora foi chamada a opinar ou demonstrou querer, de fato, estas mudanças? Estas reformas interessam a quem? Que moral tem um governo rejeitado, desgastado pela sua ilegitimidade, pelas inúmeras denúncias de corrupção e marcado por medidas anti-populares para impor mudanças contrárias aos interesses da maioria? A resposta para solucionar esta e outras questões, para fazer o Brasil retomar o caminho do desenvolvimento com distribuição de renda e direitos assegurados, é ampliar a mobilização popular contra as reformas e por eleições diretas.

Sigamos na luta, metalúrgicos, pelo país que queremos para todos.

*Artigo originalmente publicado no Jornal do Sindicato dos Metalúrgicos, edição de junho de 2017


Todson Andrade

Todson Marcelo Andrade, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa