Clipping

Betim: Sindicato não admite que trabalhadores sejam prejudicados pelo impasse entre Fiat e Keiper

Comunicado recebido da Fiat Chrysler Automóveis informa que a montadora suspenderá, por tempo indeterminado, toda a sua produção a partir desta quarta-feira (18).


POR Redação

Publicado em 18 de maio de 2016

Foto de Reprodução

O Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, Igarapé e São Joaquim de Bicas acompanha com preocupação e apreensão o comunicado recebido da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) em Betim, na manhã desta terça-feira (17), informando que a montadora suspenderá, por tempo indeterminado, toda a sua produção a partir desta quarta-feira (18).

O motivo da suspensão, segundo a FCA, se deve a um desacordo comercial entre a montadora e o Grupo Keiper - um de seus principais fornecedores de autopeças, que, recentemente, adquiriu as empresas do setor automotivo Tower Automotive e Mardel.

Com o impasse entre as empresas, a Keiper parou de fornecer componentes, como assentos, trilhos e outras peças metálicas, à Fiat – a Keiper produz mais de 600 tipos de peças.

Para a direção do Sindicato, neste momento de dificuldades econômicas e políticas que o País enfrenta - em especial os trabalhadores -, os metalúrgicos não podem pagar a conta do impasse entre a FCA e a Keiper, que põe em risco mais de 20 mil empregos diretos e ameaça a economia não só de Betim, Igarapé, São Joaquim de Bicas, mas de todo o Estado.

Para garantir os empregos e os direitos dos trabalhadores, a direção do Sindicato já está tomando as medidas cabíveis e exige da FCA e da Keiper que assumam sua responsabilidade social de forma a não prejudicar os trabalhadores e a sociedade.

Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, Igarapé e São Joaquim de Bicas 


Últimas Inclusões