Editorial

Resolução Política da 1ª Reunião de Direção Plena da Fitmetal

A Direção Plena da Fitmetal, reunida na cidade de Guarulhos, nos dias 1 e 2 de julho de 2017, divulga a seguinte resolução:


POR Fitmetal

Publicado em 02 de julho de 2017

Foto de Fitmetal

1. A Fitmetal realiza a primeira reunião de Direção Plena após seu vitorioso Congresso, iniciando um novo ciclo político que terá como objetivo principal a fundação da Confederação Nacional dos Metalúrgicos e Metalúrgicas Classistas.

2. Essa nova fase, que já dura quase três anos, ocorre em meio a um ambiente de crise política permanente, condição que exige da Fitmetal e de todo o sindicalismo classista um nível mais amplo de compreensão da atual conjuntura.

3. A análise mais apurada desse cenário demonstra que o nível de desemprego permanece elevado, sem sinais efetivos de retração; conquistas históricas, como a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a Previdência Social, estão a um passo de serem desconfiguradas; nenhum setor da sociedade consegue apontar uma saída definitiva para a superação da crise, de modo a aprofundar o caos político que assola o país desde as eleições de 2014.

4. As históricas mobilizações das centrais sindicais e dos movimentos sociais neste 1º semestre foram capazes de impedir retrocessos ainda maiores, com efeitos desestabilizadores sobre o governo Temer. Tais atos demonstraram mais uma vez que a unidade deve conduzir a nossa ação política, sob o risco de termos de lutar, em breve, contra perdas irreversíveis para toda a classe trabalhadora.

5. Para a categoria metalúrgica, esse cenário de crise vem ganhando elementos cada vez mais dramáticos. O desmonte da cadeia produtiva nacional, capitaneado pelas ações da Operação Lava Jato, gerou em três anos a extinção de mais de 500 mil postos de trabalho em nosso setor. Isso obriga a Fitmetal a colocar em suas prioridades, ainda em 2017, uma análise mais aprofundada desse processo de desindustrialização.

6. Para este 2º semestre, no qual teremos pela frente grande parte de nossas Campanhas Salariais, os dirigentes da nossa Federação e os nossos sindicatos filiados precisarão estar diretamente envolvidos nessa luta, posicionando-se na linha de frente desse processo em nível nacional e nos estados. A construção da Confederação exige esse engajamento constante das nossas lideranças, por meio da unidade e do diálogo constante com a categoria no chão de fábrica.

Guarulhos, 2 de julho de 2017.
Direção Plena da Fitmetal

Foto de Fitmetal

Últimas Inclusões