Editorial

Fitmetal: 8 anos em defesa da classe metalúrgica e do Brasil

Fitmetal completa 8 anos e reafirma seu compromisso com a classe trabalhadora


POR REDAÇÃO FITMETAL

Publicado em 01 de junho de 2018

Direção eleita (2017-2021)


A Federação Interestadual de Metalúrgicos e Metalúrgicas do Brasil (FITMETAL) completa nesta sexta-feira, 1º de junho, seu oitavo aniversário, reafirmando perante a sociedade brasileira seu compromisso em defesa de toda a classe trabalhadora e de nosso País.

Fundada em um dia histórico para o sindicalismo brasileiro, na mesma data em que foi realizada a 2ª Conclat (Conferência Nacional da Classe Trabalhadora), em 1º de junho de 2010, desde então a FITMETAL vem ratificando seu protagonismo, tanto em nível nacional quanto internacional. Naquela data, 450 metalúrgicos e metalúrgicas se reuniram na sede do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo para dar início à história que hoje completa 8 anos.

Durante essa trajetória, faz-se necessário ressaltar a importância de 5 bases para a sustentação de nossa Federação, representadas por 5 grandes entidades: Caxias do Sul (RS), Betim (MG), Jaguariúna (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Fetim (BA). Seu apoio político e estrutural sempre garantiu nossa atuação e permitiu que hoje estejamos em 10 estados.

A reafirmação de nossas principais bandeiras de luta se faz extremamente necessária na atual conjuntura. Com a aprovação da Reforma Trabalhista, no final de 2017, o governo ilegítimo de Michel Temer desferiu um ataque de grandes proporções à classe trabalhadora e ao movimento sindical do País. Para a FITMETAL, o momento exige ainda mais organização, disposição para os debates e reaproximação com nossas bases, procurando conscientizar cada trabalhador e trabalhadora a respeito dos males sofridos pelo Brasil desde o golpe de 2016.

Entre suas prioridades para o próximo período, a FITMETAL destaca três ações fundamentais:

1. O fortalecimento do movimento Brasil Metalúrgico: iniciativa que reúne todas as correntes do sindicalismo nacional, capaz de gerar um grande debate, em todo o País, a respeito das principais questões que envolvem nossa categoria.

2. Defender uma nova Política de Reindustrialização: fruto do Ciclo de Debates realizado pela Federação em 2017, com o apoio da CTB e do DIEESE, em 10 estados. A partir das discussões travadas com intelectuais, sindicalistas, parlamentares e empresários, apresentamos em 2018 uma alternativa para combater o atual processo de desindustrialização em curso, reunida em nosso MANIFESTO.

3. Apoiar candidaturas compromissas com a classe trabalhadora nas eleições de 2018: os retrocessos impostos ao País desde 2016 só poderão ser revertidos a partir de 2019 se a classe trabalhadora eleger para a Presidência, para os governos estaduais e para o Congresso Nacional líderes realmente comprometidos em barrar as políticas ultraliberais de Temer e seus comparsas.

Há muito trabalho pela frente, mas é com renovada disposição para a luta que a FITMETAL chega a seu oitavo aniversário.

Vida longa à FITMETAL!
Viva os metalúrgicos e metalúrgicas de todo o Brasil

São Paulo, 1º de junho de 2018
DIREÇÃO PLENA DA FITMETAL


Últimas Inclusões