Editorial

Boletim da ASIMETAL

Informes nº 65 – 01 de Maio/2012


POR

Publicado em 03 de maio de 2012

Editorial

Estamos no mês de Maio. E todos os suplementados e suplementadas da antiga FEMCO, hoje com novo nome, estão na expectativa de quanto será o percentual de reajuste das suplementações. Ou seja, estão todos e todas “ESPERANDO” a definição por parte da direção da Fundação. E este tem sido os procedimentos ao longo dos anos.

E quem pode dizer que fica satisfeito com os percentuais que foram concedidos? Mas cabe outra pergunta, ou seja, “O QUE FOI FEITO PARA TENTAR MUDAR ESSE QUADRO”? Esta pergunta merece apenas uma resposta: TEMOS DE DIZER O QUE QUEREMOS.

E a palavra que define esta situação é REIVINDICAÇÃO. Nós precisamos nos reunir e definir o que queremos e mais, como fazer os encaminhamentos. Este é o ponto básico que será discutido nesta quinta-feira, numa reunião de alguns integrantes da Comissão que foi indicada numa Assembleia do nosso Sindicato. Mas esse grupo não vai tomar decisões e sim, discutir propostas de encaminhamentos.

É assim que devem ser os procedimentos, não dá para aceitar que grupos tomem decisões sem ouvir os interessados. E a devida transparência Esta não é uma prática democrática e repercute mal entre os trabalhadores. Os pontos que forem discutidos serão amplamente divulgados.

APOSENTADOS: E O REAJUSTE?

O reajuste das aposentadorias de quem ganha acima de um salário-mínimo não vai sofrer modificações. O percentual que está vigorando desde Janeiro não vai ser alterado. E esta é uma questão que exige outros posicionamentos. O principal, por certo, é a mobilização de todos os aposentados para a realização de

CAMPANHA SALARIAL.

Esta é a proposta que estamos encaminhando à direção das Centrais Sindicais. Precisamos definir um percentual que queremos. As negociações, por sua vez, precisam contar com o apoio das bases. Afinal, em todos os Estados brasileiros tem associações de aposentados.
Logo, os seus representados precisam ser convocados para as Assembleias com discussão de pontos como a reposição das perdas, uma questão que mexe com a cabeça de todos os aposentados.

Se nada for feito a tendência é que não vai demorar muito e aposentadoria será na base do salário-mínimo. Não dá para aceitar. Mas é preciso lutar e não apenas ficar ESPERANDO. E fazendo críticas à classe política e ao Governo Federal. QUEM LUTA VENCE.

VAMOS FICAR LIGADOS: A comunicação é um fato muito importante. Esta é a razão pela qual este “boletim” é elaborado. Temos de manter contatos constantes, trocando ideias e informações.

Portanto, você que é suplementado ou suplementada, ou aposentado de nossa categoria mande suas críticas, sugestões e opiniões. Temos de mostrar o que queremos. E mande também perguntas sobre qualquer tema.

PENSE NISTO

A direção da FEMCO confirmou a sua incorporação ao CEU-Caixa dos Empregados da Usiminas. Não tem mais FEMCO. E nós, como ficamos? Esta é uma questão que ainda deixa muitas dúvidas entre todos os suplementados e suplementadas.

Temos de buscar respostas e esclarecimentos. E a opinião dos nossos representantes nos Conselhos dessa Entidade. Vamos ficar ligados.

Este boletim foi elaborado e distribuído por Uriel Villas Boas – Secretário de Previdência Social da FITMETAL e representante da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil-CTB.


Últimas Inclusões