Notícias

Mulheres da Fitmetal marcaram presença no 8 de março contra as reformas de Temer

No “8 de março” as mulheres da Fitmetal foram às ruas em defesa de seus direitos e contra as ‘reformas’ trabalhista e da Previdência. Confira como foram as atividades nos Sindicatos da base da Fitmetal em todo o Brasil.


POR Murilo Tomaz - Fitmetal

Publicado em 13 de março de 2017

Foto de Divulgação

No Dia Internacional da Mulher, 8 de março, os sindicatos da base da Fitmetal promoveram diversos eventos e manifestações em defesa da igualdade de direitos. Os atos foram marcados pela discussão em torno das ‘reformas’ trabalhista e da Previdência que, se aprovadas, irão prejudicar em especial as mulheres, como aponta Andreia Diniz, secretária de Mulheres licenciada da Fitmetal: “Nós, mulheres, estamos sendo diretamente afetadas pela “Ponte para o Futuro” de Temer. No final do ano passado, vimos o congelamento dos gastos públicos pelo período de 20 anos. Agora, em 2017, já temos em vista as reformas tributária, trabalhista e da Previdência — todas essencialmente prejudiciais à classe trabalhadora, aos pobres e aos que que não contam com qualquer amparo social”.

Leia também: O protagonismo feminino deste 8 de março

Confira abaixo um balanço dos principais atos promovidos pelos sindicatos da base da Fitmetal:

Caxias do Sul

O Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul, junto a outras entidades, promoveu uma série de atividades durante o 8 de março. O dia começou com assembleia do Fórum de Mulheres em frente à Câmara Municipal da cidade, com sequência de entrega de material informativo e diálogo sobre os prejuízos da ‘reforma’ Previdência, na Praça Dante Alighieri. As mulheres caminharam em protesto à reforma até a agência do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Na oportunidade, a secretária de Políticas Sindicais da Fitmetal e diretora do sindicato, Eremi Melo, convocou as trabalhadoras a participarem no dia 15 de março do “Dia nacional de paralisações e lutas contra o desmonte da Previdência”.

Carlos Barbosa

Com o tema “Mulher trabalhadora: conquistas, desafios e luta contra a perda de direitos”, o Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa promove, no dia 23 de março, a partir das 19h, em sua sede, uma palestra referente ao mês da Mulher. Entre as convidadas estão: Valdete Souto Severo, juíza do Trabalho no Tribunal Regional do Trabalho da Quarta Região (RS); Patrícia de Mello Sanfelici, procuradora do Ministério Público do Trabalho e Abgail Pereira, dirigente da União Brasileira de Mulheres e ex-secretária de Turismo do RS.

De acordo com Cristiane Baldasso, diretora do Sindicato, “debater o papel da mulher e seus direitos é resgatar e reafirmar a importância que temos na sociedade, em todos os seus aspectos — como trabalhadoras, como mães e chefes de família, como agentes políticas e sociais de transformação —, principalmente em meio à crise que vivemos”.

Betim

Nas empresas Jabil, GE, Maxtrack e Sila as trabalhadoras foram recebidas pela diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim no 8 de março. Foram distribuídas rosas e orientações sobre os malefícios sobre a ‘reforma’ trabalhista e da Previdência, está última que se aprovada prejudicará principalmente as mulheres. Andreia Diniz, secretária de Mulheres licenciada da Fitmetal e assessora da deputada federal Jô Moraes, esteve presente na manifestação na portaria da empresa Jabil.

Rio de Janeiro

A direção do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro realizou atividades referentes ao Dia Internacional da Mulher na porta das empresas da base distribuindo o jornal Meta e flores, além de convocar todas as trabalhadoras para a luta em defesa de seus direitos.
Na parte da tarde, milhares de mulheres trabalhadoras, estudantes, jovens e aposentadas se concentraram na Candelária, em protesto pela igualdade de direitos, contra o feminicídio, e contra as reformas propostas pelo Governo golpista que lesam as mulheres.

Salvador

As mulheres da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos e Mineradores da Bahia estiveram nas manifestações durante o Dia Internacional da Mulher, em Salvador. Milhares de pessoas saíram em caminhada de Campo Grande, no centro da cidade, em direção ao bairro do comércio, com faixas e cartazes com dizeres como "Mulheres na rua contra a reforma da previdência. Diga não à violência contra a mulher”.

Jaguariúna

No interior de São Paulo, o Sindicato dos Metalúrgicos de Jaguariúna realizou, no último dia 10, em sua sede, um evento com palestra, debate, buffet e sorteios, em referência ao 8 de março. Todos os anos o sindicato realiza o evento que sempre conta com grande participação das trabalhadoras metalúrgicas da região. Este ano a palestra foi ministrada por Mônica Custódio, secretária de Combate ao Racismo da Fitmetal e de Políticas da Igualdade Racial da CTB. “Lutar por igualdade salarial e pelo fim da discriminação no mercado de trabalho constitui-se numa das bandeiras essências das negras brasileiras”, falou Mônica.


Últimas Inclusões