Notícias

Fitmetal apoia a chapa “Democracia e Luta” na eleição do Sindicato dos Metalúrgicos de Três Marias

Chapa Democracia e Luta, apoiada pela Fitmetal, concorre à eleição do sindicato que acontece no dia 18 de maio.


POR Murilo Tomaz - Fitmetal

Publicado em 04 de maio de 2017

Edvando José e Silva, vereador eleito de Três Marias (MG)

Foto de Murilo Tomaz

No próximo dia 18 de maio, entre as 6 e 18 horas, o Sindicato dos Metalúrgicos de Três Marias (MG) e Região tem eleições para definir a nova diretoria da entidade para o próximo triênio. A base do sindicato abrange quatorze cidades e conta com cerca de seis mil trabalhadores metalúrgicos, sendo que 689 sócios do sindicato estão aptos para votar.

Apenas uma chapa foi inscrita para o pleito, a chapa “Democracia e Luta”, apoiada pela Fitmetal. A chapa conta com 24 membros, sendo que 10 são metalúrgicos aposentados ou aposentados por invalidez.

Edvando José e Silva, atual presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Três Marias e vereador da cidade pelo PCdoB, concorre pela chapa e acredita no apoio dos trabalhadores nessa eleição. Ele aponta a renovação como marca da chapa, pois quase a metade é composta por novos integrantes. “Fizemos a renovação de quase a metade da chapa para ampliar a representatividade nas fábricas e o relacionamento com os trabalhadores”, diz.

Entre os benefícios trazidos pela atual gestão do sindicato, que agora busca à reeleição, o vereador cita os avanços feitos nas negociações coletivas.

“Nas negociações tivemos grandes avanços. Nesta semana mesmo estamos negociando nas fábricas para os trabalhadores terem ganho real. A nossa última negociação foi melhor do que a do Estado que fechou uma convenção negativa, menor do que a inflação. Além disso, temos aqui o benefício em que as declarações do Imposto de Renda dos associados são pagas pelo sindicato”, afirma.

O metalúrgico também observa que o número de associados mais do que dobrou desde que assumiu como presidente e com isso foram feitos investimentos em infraestrutura.

“Os trabalhadores foram ouvidos pelo sindicato. Fizemos uma reformulação muito grande e criamos áreas de lazer para os associados com quadra sintética e salão de festas, portanto fizemos investimos em infraestrutura para receber os trabalhadores”.

Como propostas para o próximo mandato, Edvando indica a necessidade de ampliar a organização da classe trabalhadora, assim como em aproximar ainda mais os trabalhadores da entidade sindical, sem deixar de agir pela manutenção da luta de classes.

Segundo ele, o mandato de vereador, conquistado nas eleições em 2016, deu amplitude às questões dos metalúrgicos na cidade. “O mandato de vereador está ajudando muito na luta dos metalúrgicos aqui em Três Marias, principalmente em relação às negociações com as empresas. Agora os metalúrgicos têm uma voz ativa na Câmara da cidade, isso trouxe maior representatividade para a categoria”, afirma Edvando.


Últimas Inclusões