Notícias

Betim: Sindicato assina acordo da Campanha Salarial e conquista abono para trabalhadores da Fiat

Na tarde desta quarta-feira (18), na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), em Belo Horizonte, foi assinado o Acordo Coletivo referente à Campanha Salarial Unificada.


POR Sindicato dos Metalúrgicos de Betim

Publicado em 19 de outubro de 2017

Foto de Reprodução

O Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, filiado à Fitmetal, acaba de garantir aos trabalhadores na FCA/Fiat mais uma importante conquista na Campanha Salarial deste ano: um abono de R$ 1.120,00, a ser pago no dia 2 de janeiro de 2018.

"Mesmo diante de todas as dificuldades econômicas, que têm atingido pesadamente a indústria, e em particular o setor automotivo, e também das investidas do governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB), a diretoria do Sindicato não tem medido esforços para garantir os direitos dos trabalhadores e avançar nas conquistas. Esse abono é mais um exemplo desse empenho", afirma o presidente do Sindicato, João Alves de Almeida.

Para ampliar o benefício ao maior número de metalúrgicos possível, o Sindicato já está em contato com as fornecedoras da FCA/Fiat. O secretário-geral do Sindicato, Alex Custódio, observa que o abono não tem nenhuma relação com a PLR. "Em janeiro, os trabalhadores na FCA/Fiat receberão o abono, no início do mês, e a segunda parcela da PLR, que deverá ser paga até o dia 31".

Convenção Coletiva

Na tarde desta quarta-feira (18), na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), em Belo Horizonte, foi assinado o Acordo Coletivo referente à Campanha Salarial Unificada, negociado entre as entidades representativas dos metalúrgicos no Estado, dentre elas o Sindicato, a Federação Interestadual dos Metalúrgicos e Metalúrgicas do Brasil (Fitmetal) e a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), aprovado pelos trabalhadores na assembleia realizada no último domingo (15), no Clube dos Metalúrgicos.

Além de garantir a renovação das cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por mais um ano, o acordo impediu que os retrocessos previstos na reforma trabalhista retirassem dos metalúrgicos direitos fundamentais conquistados nas últimas décadas.

Confira algumas das 97 cláusulas asseguradas com a renovação da CCT:

- Reposição integral da inflação (em outros anos, não houve a reposição integral);
- Garantia de emprego ou salários por 30 dias, após a assinatura do acordo;
- Pagamento de horas extras com percentuais que variam de 60% até 150%;
- Pagamento de abono de R$ 460,00 (parcela única e com pagamento juntamente com o salário de janeiro) aos trabalhadores nas empresas que não negociaram a Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) este ano;
- Direito a abono de férias correspondente a 1/3 do salário;
- Início das férias somente em dias úteis. Ou seja, o início das férias não poderá ocorrer aos sábados, domingos, feriados ou em dias já compensados;
- Garantia de emprego de 18 meses ao trabalhador em vias de aposentadoria que tenha mais de 5 anos na empresa;
- Complementação de salário (auxílio previdenciário);
- Garantia de emprego por 6 meses ou salário à gestante após o parto.
- Garantia de emprego ou salário por 60 dias ao funcionário que se torna pai;
- As promoções deverão efetuadas pelas empresas no prazo máximo de 60 dias, garantindo a equiparação salarial entre os trabalhadores.


Últimas Inclusões