Notícias

Campanha Salarial: Trabalhadores de Chapecó (SC) rejeitam negociação sem perspectiva de ganho real

A referência em valores para o reajuste salarial aos trabalhadores da categoria é o índice de inflação, que fechou o ano de 2017 em pouco mais de 2%.


POR Sindicato dos Metalúrgicos de Chapecó

Publicado em 31 de janeiro de 2018

Foto de Reprodução

A noite desta terça-feira, dia 30, foi palco de mais uma assembléia para metalúrgicos, mecânicos e eletricistas. Na pauta principal, a Convenção Coletiva da categoria. O local da assembléia foi a Sede Social, próxima ao Aeroporto de Chapecó, imóvel recém adquirido pelo Sindicato da categoria.

A participação dos trabalhadores e às contribuições com opiniões foi fato importante para a assembléia, avaliou Fernando de Oliveira, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Chapecó, filiado à FITMETAL. “Ouvir os trabalhadores é a base de nossa organização sindical, pois, assim, temos a certeza que sempre faremos o melhor em questões de representatividade”, disse o presidente.

A referência em valores para o reajuste salarial aos trabalhadores da categoria é o índice de inflação, que fechou o ano de 2017 em pouco mais de 2%.

Para os trabalhadores do setor metal/mecânico, um aumento salarial que chegue apenas ao índice inflacionário de 2% não representa ganho real para a categoria e é inaceitável tal condição para a mesa de negociação nesta Convenção Coletiva.

O desafio da negociação salarial nesse ano foi dificultado, segundo lideranças sindicais, pela vigência da reforma trabalhista, que torna precária às relações de trabalho e a condição dos trabalhadores. “A reforma trabalhista veio de forma clara para oprimir o trabalhador e dificultar ainda mais a vida do trabalhador”, afirmou Adelar Pires da Silva, vice-presidente do sindicato.

Na oportunidade, os trabalhadores deliberaram pela autonomia da direção sindical em prosseguir com as negociações junto ao sindicato patronal em defesa das melhores condições para a categoria. Além da convenção coletiva cujo ponto principal foi o reajuste salarial, também foi discutido em assembléia a contribuição sindical e a efetividade da compra da sede social.

A direção dará continuidade nas negociações da Convenção Coletiva considerando os encaminhamentos e as deliberações da categoria a partir da assembléia deste dia 30.