Notícias

Simões Filho: Metalúrgicos derrotam multinacional na Justiça

Laudo emitido por perito designado pela Justiça do Trabalho sustentou que o ambiente de trabalho era altamente danoso, com imenso risco de contaminação por metais pesados e agentes cancerígenos.


POR Redação, com informações da CTB Bahia

Publicado em 03 de abril de 2018

Valéria Possadagua: “É uma importantíssima vitória, principalmente depois que a reforma trabalhista passou a aceitar que trabalhadores atuem em ambientes insalubres”


Os metalúrgicos de Simões Filho (BA) conquistaram na Justiça o adicional de insalubridade contra a multinacional Vescon Equipamentos Industriais Ltda/ Cameron Tecnologia de Controle de Fluxo Ltda/Schlumberger Serviços de Petróleo Ltda. A ação beneficia diretamente mais de 200 funcionários.

No ano passado, o Sindicato dos Metalúrgicos da região ingressou com ação coletiva contra a empresa, uma vez que os trabalhadores, mesmo operando em ambiente inadequado, não recebiam o adicional de insalubridade.

Laudo emitido por perito designado pela Justiça do Trabalho sustentou que o ambiente de trabalho era altamente danoso, com imenso risco de contaminação por metais pesados e agentes cancerígenos. Além disso, os EPIs (Equipamento de Proteção Individual) eram absolutamente insuficientes para conter os danos.

Na opinião da diretora do Sindicato e funcionária da empresa, Valéria Possadagua, o laudo, como instrumento técnico, é uma peça-chave para o processo, uma vez que confirma a posição do Sindicato. A partir do documento, também serão discutidas indenizações e formas de reparação aos trabalhadores.

Na opinião da diretora do Sindicato e funcionária da empresa, Valéria Possadagua, o laudo, como instrumento técnico, é uma peça-chave para o processo, uma vez que confirma a posição do Sindicato

“No atual cenário brasileiro, de retirada de direitos, essa é uma importantíssima vitória, principalmente depois que a reforma trabalhista passou a aceitar que trabalhadores atuem em ambientes insalubres”, afirma Valéria. “Nossa luta maior é ir desmontando, dia após dia, a reforma trabalhista, que quer levar trabalhadores à morte.”

A Vescon, comprada pela Schlumberger, fechou a planta de Simões Filho em 2016, mas deixou um rastro de contaminação e adoecimentos, inclusive com funcionários que foram a óbito. A empresa continua operando na planta de Taubaté (SP), onde produz equipamentos e peças para prospecção de petróleo e gás.


Últimas Inclusões