Notícias

Metalúrgicos de Caxias (RS) aprovam Convenção Coletiva de 2018


POR Fitmetal, com agências

Publicado em 17 de setembro de 2018


O presidente da Fitmetal, Marcelino da Rocha, acompanhou pessoalmente a assembleia realizada no Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul (RS) no último sábado (15), ocasião na qual a categoria decidiu por aprovação unânime os temos da Convenção Coletiva de 2018.

Com o slogan “Categoria Forte Joga Junto”, as negociações foram encerradas após quatro meses de grande resistência dos metalúrgicos e metalúrgicas liderados pelo Sindicato.

Muitas vezes os patrões subestimam a inteligência dos trabalhadores e trabalhadoras e a força da nossa categoria. Demonstramos mais uma vez nossa força, luta, resistência e unidade. Parabenizo e agradeço a direção que foi firme nas negociações barrando todas as imposições dos patrões, parabenizo e agradeço a categoria que junto conosco disse não ao turno 6×2. Conseguimos fechar um bom acordo, mesmo em um momento de muitos retrocessos a nível nacional e com a reforma trabalhista em vigor. Nossa categoria unida e forte jogou junto mais uma vez”, avaliou o presidente do Sindicato, Claudecir Monsani.

Na opinião do presidente da Fitmetal, é importante destacar que a negociação garantiu um reajuste muito superior ao de outras categorias (confira abaixo). Além disso, as cláusulas sociais contempladas pela Convenção Coletiva 2018 evitaram que todos os retrocessos da reforma trabalhista fossem impostos aos metalúrgicos e metalúrgicas da região. “Vimos aqui um trabalho muito bem conduzido pela direção e pelo presidente Claudecir Monsani. As cláusulas sociais aprovadas serão válidas por dois anos e certamente representam uma grande vitória para toda a categoria metalúrgica”, pontuou. Além de coloborar com o debate, Marcelino destacou a importância do atual momento político para toda a classe trabalhadora. Às vésperas das eleições gerais, a mobilização da categoria é fundamental para evitar novos retrocessos.


Confira abaixo a lista de propostas levadas para discussão e aprovadas:

  • Manutenção das cláusulas da Convenção Coletiva por dois anos;
  • Índice de reajuste de 2.8% (retroativo a data-base 01 de junho);
  • Evitar que gestantes e lactantes trabalhem em locais com manuseio de produtos químicos;
  • Compensação de horas com limitador de 20 horas (50% pagas como extras e 50% para banco);
  • Permanência de horas extras;
  • Férias em dois períodos, sempre iniciados no primeiro dia útil da semana e autorização de antecipação;
  • Feriado móvel;
  • Ratificação da autorização coletiva para o desconto da Contribuição Sindical.

Com informações da Imprensa dos Metalúrgicos de Caxias


Últimas Inclusões