Notícias

Congresso da Fetim-BA aponta os desafios e tarefas da categoria metalúrgica


POR Fetim-BA

Publicado em 26 de novembro de 2018


Realizado entre os dias 23 e 24 de novembro, em Salvador (BA) o Congresso da Federação dos Metalúrgicos da Bahia (FETIM-BA) teve como mote a palavra "RESISTÊNCIA" e procurou definir os desafios e as tarefas da classe trabahadora para o próximo período, em especial da categoria metalúrgica.

Os trabalhos foram abertos com intervenção de Davidson Magalhães, que analisou o cenário político no país após a eleição de Jair Bolsonaro. Ele disse que o resultado das urnas é uma dupla derrota: para o Brasil e para o mundo. "O que aconteceu exige uma profunda avaliação. Não foi um problema de condução eleitoral ou só por causa de fake news. É um problema político, dentro de um movimento de extrema direita que cresce internacionalmente. É uma política completamente alinhada com os Estados Unidos. Na Europa isso levou ao nazismo e ao fascismo", explicou.

Para o presidente da FETIM-BA e vice-presidente da Fitmetal, Aurino Pedreira, o Congresso é importante para reorganizar a luta da categoria em torno dos desafios que se apresentam nos campos da política e da economia. "A classe trabalhadora precisa mais do que nunca fortalecer a unidade e traçar uma frente ampla de mobilização para evitar os retrocessos que o governo Bolsonaro pretende impor ao país, com uma agenda conservadora de destruição dos direitos do povo brasileiro", frisou.

Com informações da Imprensa Fetim-BA


Últimas Inclusões